Amigos

A PAZ DO SENHOR...

Seguidores

Você Está Buscando...

Página Gospel10

Página Gospel+

RSS atualizado do Gospel +. Powered by Notícias Gospel

sábado, 3 de abril de 2010

Características de um Autêntico Líder

LIÇÃO 11 - CARACTERÍSTICAS DE UM AUTÊNTICO LÍDER – 1° TRIMESTRE DE 2010

TEXTO ÁUREO
“Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo (2 Co 11.2).

VERDADE PRÁTICA
Um líder cristão autêntico é aquele que tem por objetivo maior servir a Deus e à sua Igreja.

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
2 Coríntios 10.12-16;
11.2,3,5,6
2 Coríntios 10
12 - Porque não ousamos classificar-nos ou comparar-nos com alguns que se louvam a si mesmos; mas esses que se medem a si mesmos e se comparam consigo mesmos estão sem entendimento.
13 - Porém não nos gloriaremos fora de medida, mas conforme a reta medida que Deus nos deu, para chegarmos até vós;
14 - porque não nos estendemos além do que convém, como se não houvéssemos de chegar até vós, pois já chegamos também até vós no evangelho de Cristo;
15 - não nos gloriando fora de medida nos trabalhos alheios; antes, tendo esperança de que, crescendo a vossa fé, seremos abundantemente engrandecidos entre vós, conforme a nossa regra,
16 - para anunciar o evangelho nos lugares que estão além de vós e não em campo de outrem, para nos não gloriarmos no que estava já preparado.
2 Coríntios 11
2 - Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo.
3 - Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos e se apartem da simplicidade que há em Cristo.
5 - Porque penso que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos.
6 - E, se sou rude na palavra, não o sou, contudo, na ciência; mas já em tudo nos temos feito conhecer totalmente entre vós.

SUBSÍDIOS PARA AS CARACTERÍSTICAS DE UM AUTÊNTICO LÍDER

     O enorme zelo de Paulo pelos coríntios, o move a fazer exatamente o que considerara loucura, ao vangloriar-se na apresentação de suas próprias credenciais (2 Co 11.1-6). Diferentemente dos superapóstolos, que se vangloriavam em Corinto, Paulo não despojara os coríntios. Os que tentaram minar seu ministério, em proveito próprio, são falsos apóstolos, fraudulentos, travestidos de anjos de luz (2 Co 11.7-15). Paulo então volta a si mesmo e à sua própria “glória” (vv. 16-21a). As credenciais de Paulo são impecáveis. A exemplo dos falsos profetas, também é judeu. Já provara seu compromisso como servo de Cristo, através de sofrimentos e provações (vv. 21b-27), da carga emocional decorrente de sua preocupação com todas as igrejas (vv. 28-29). De fato, é nessa “fraqueza” que Paulo se sente mais confortável em se vangloriar, pelas razões que explicará no capítulo 12 (vv. 30-33).
     Aqueles que se opunham a Paulo retratavam-no como fraco e impotente, mas o apóstolo lembrou aos coríntios que recebeu autoridade do Senhor. Os falsos ensinadores estavam encorajando os crentes a ignorar Paulo, mas o apóstolo explicou que os conselhos contidos em suas cartas deveriam ser acatados com seriedade. Paulo tinha autoridade porque ele e seus companheiros foram os primeiros a levar as Boas Novas a Corinto (2 Co 10.14). Todos sabiam que, por causa desse serviço, sua fé havia sido edificada.
     Alguns diziam que as palavras de Paulo não levavam a nada. A Grécia era conhecida por seus eloquentes e persuasivos oradores. Evidentemente, os falsos mestres estavam julgando Paulo, comparando-o a outros oradores a quem tinham ouvido. Para estes, ele talvez não fosse o pregador mais eloquente (embora fosse um excelente debatedor). Mas Paulo respondeu obedientemente ao chamado de Deus e, assim, introduziu o cristianismo no Império Romano. Moisés e Jeremias tinham dificuldade para discursar (ver Ex. 4.10-12; Jr 1.6). A habilidade de pregar não é o primeiro pré-requisito de um grande líder.
     Paulo criticou os falsos ensinadores que estavam tentando provar sua superioridade comparando a si mesmos com outros e não com os padrões de Deus. Quando nos comparamos com os outros, podemos nos sentir orgulhosos por pensarmos ser melhores. Mas quando tomamos por medida os padrões de Deus, torna-se óbvio que não temos nenhuma base para o orgulho. Não se preocupe com as realizações das outras pessoas. Em vez disso, pergunte a si mesmo: “Como está a minha vida em relação à vontade de Deus? Como a minha vida se compara à de Jesus Cristo?”
     Paulo desejava que o amor da Igreja fosse dedicado somente a Cristo, da mesma maneira que uma noiva pura guarda seu amor para apenas um homem. Ao dizer “virgem pura”, o apóstolo se refere àqueles que não foram afetados pela falsa doutrina.
     A devoção pura e simples dos coríntios a Cristo estava sendo ameaçada pelo falso ensino. Paulo não queria que os crentes perdessem o amor sincero que tinham por Cristo. Manter Cristo em primeiro lugar em nossa vida pode ser muito difícil quando temos tantas distrações ameaçadoras tentando desviar a nossa fé. Da mesma maneira que Eva perdeu seu enfoque ouvindo a serpente, nós também podemos perder nosso enfoque deixando nossa vida se tornar tumultuada e confusa. Existe alguma coisa que dificulta seu compromisso de manter Cristo em primeiro lugar em sua vida? Como você pode minimizar as distrações que ameaçam sua devoção a Ele? (Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal. Rio de Janeiro, CPAD, 2004, p. 1622; RICHARDS, Lawrence O. Guia do Leitor da Bíblia. Rio de Janeiro, CPAD, 2005, p. 783).



GRAÇA DOMINICAL
Resistindo à opinião popular
O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades fortes e mui grandes (Nm 13.28).
Josué enfrentava continuamente escolhas, e a maioria de suas decisões era contrária à opinião popular. Entretanto, em cada situação, ele pedia ao povo para crescer na fé nas promessas de Deus ao invés de olhar para as circunstâncias impossíveis. O líder não condiciona seu apelo ao sentimento ou humor da época. O avanço espiritual exige fé, e a descrença nunca verá além das dificuldades. A descrença vê “cidades com muros e gigantes” ao invés da presença e do poder de Deus. A descrença olha para os obstáculos; a fé olha para Deus. Josué e Calebe estavam dispostos a fazer a coisa não popular e a chamar as pessoas para a fé positiva. Eles lideraram o caminho para o futuro enfrentando um relatório negativo e ajudando uma nova geração a se erguer para servir a Deus com fé.
Paulo estava totalmente comprometido com o seu chamado para pregar o evangelho e estabelecer igrejas pelo mundo conhecido. Ele viveu o que escreveu: que “os dons e a vocação de Deus são sem arrependimento” ou “irrevogáveis” (Rm 11.29). Sua vida demonstra três conceitos básicos de liderança: 1) Ele estava comprometido com os objetivos e com o espírito de seu chamado (Fp 3.7,8); 2) Ele traduzia seus objetivos para a vida de seus seguidores (2 Tm 2.1,2) e mostrava-se paciente em toda a dificuldade encontrada para alcançar esse fim (2 Co 4.8-11; 11.23-33); 3) Ele estava aberto a mudanças. Ele se adaptou a mudanças culturais, sociais e políticas (1 Co 9.19-22). (Bíblia de Estudo Plenitude. Barueri, SP: SBB 2001 Ed. 2009, p 158, 1143, in Dinâmicas do Reino).

QUESTIONÁRIO LIÇÃO 11 – CARACTERÍSTICAS DE UM AUTÊNTICO LÍDER – 1° TRIMESTRE DE 2010 – Elaborado por Jonilson Barros Caldas

CLASSE: ___________________________________________
ALUNO: ______________________________________ NOTA: ______

1)Relacione as colunas:
(1) Paulo
(2) Opositores
(3) Coríntios
(      ) Insinuavam que o apóstolo Paulo não tinha coragem ou era incoerente. Na realidade, eles apenas buscavam mais uma oportunidade para o acusarem;
(      ) A vaidade destes era “sem medida” (v. 13), e o “critério” de aferição que usavam baseava-se apenas na opinião que os tais tinham de si mesmos;
(      ) Deixa claro que recebeu do próprio Deus sua autoridade apostólica, a fim de edificar, e não dominar, a Igreja de Cristo;
(     ) Influenciados pelos falsos apóstolos, que agiam na ausência de Paulo, demonstravam superficialidade no conhecimento das coisas espirituais (v.);
(      ) Era um homem de Deus que se identificava com o rebanho de Cristo em todas as situações (v. 29);
(      ) Ressalta não ser sua intenção exercer domínio sobre a fé dos coríntios, pelo contrário, ele está pronto a ser humilhado para que eles fossem exaltados (2 Co 11.7);
(     ) Ele não somente se identificava com aqueles a quem servia, como também por estes interessava-se, a fim de que fossem beneficiados com o Evangelho;
(      ) Arrogantes, orgulhosos, se sentiam superiores, e louvam a si mesmos; demonstram falta de lucidez e discernimento espiritual;
(      ) É um dos maiores exemplos de liderança do Novo Testamento. Seu modelo máximo é Jesus. Ajustou sua liderança conforme o conhecimento que adquiriu acerca do Mestre.

2) Paulo era um líder autêntico, compromissado com Deus e com Sua obra. Suas credenciais de ministro de Deus são evidenciadas através do seu trabalho árduo, do sofrimento e da preocupação com as ovelhas do Senhor. Como líder ele era exemplo.
Com base na lição, analisando a referência bíblica, sobre Paulo é correto afirmar:
A – Comissionado por Deus (2 Co 1.1,21; 4.1); as credenciais de seu apostolado poderiam ser vista na própria igreja ( 2 Co 12.12);
B – Nascido em Tarso e, treinado como fariseu, por Gamaliel (At 22.3);
C – Usou suas próprias armas, e não as de Deus, ao fazer a obra do Senhor (2 Co 10.1-6);
D – Não levou uma vida pura, não compreendeu o Evangelho e mostrou-se impaciente com os coríntios (2 Co 6.6);
E – Aceitava dinheiro como pagamento por serviços espirituais, acreditando possuir conhecimento e eloquência superiores (2 Co 11.6,12);
F – Não regozijava em si próprio, e sim no Senhor (2 Co 10.12,13).
Agora marque a opção correta:
I – Todas estão corretas;
II – Todas estão incorretas;
III – Somente A, C, D estão corretas;
IV – Somente A, D, F estão corretas;
V – Somente A, B, F estão corretas;
VI – Somente B, E, F estão corretas.

3) Coloque C para certo e, E para errado:
(     ) Respeitar os limites alheios é uma atitude indispensável a um líder;
(     ) O líder chamado por Deus precisa louvar a si mesmo; de qualquer maneira o próprio Senhor o fará (2 Co 10.18);
(    ) A postura de Paulo de não depender financeiramente da igreja de Corinto, foi utilizada injustamente pelos falsos apóstolos para acusá-lo de não ser ele um apóstolo verdadeiro (2 Co 11.5-11);
(     ) Naturalmente, não é responsabilidade das igrejas sustentar seus pastores;
(     ) Indiscutivelmente, Paulo foi um líder que demonstrou ampla competência para o exercício do seu ministério;
(     ) Paulo fica tão irritado com os falsos apóstolos que, para desmascarar-lhes a dissimulação, utilizou a figura de Satanás que, conforme reafirma, disfarça-se até de anjo de luz (2 Co 11.13,15).

4) Relacione de acordo com a leitura bíblica diária:
(a) Ef 5.18                    (    ) Paulo, um líder perseverante
(b) 2 Co 1.1                  (    ) Paulo, um líder exemplar
(c) 2 Co 2.4                  (    ) Paulo, um líder cheio do Espírito Santo
(d) 2 Co 4.1,16            (    ) Paulo, um líder que permaneceu fiel a Deus sob todas as circunstâncias
(e) 2 Co 6.8-10            (    ) Paulo, um líder que amava os crentes coríntios
(f) 1 Co 11.1                (    ) Paulo, um líder comissionado pelo Senhor

5) Complete de acordo com a revista:
Paulo aprendera com ____________: o ____________ é uma das ________________ mais marcantes de um ______________. O servir, aliás, é o verdadeiro __________ de liderança __________________. É hora de nos __________________ como leais ___________________ a serviço do __________. Quem não está pronto a __________ jamais estará apto para o ____________ de _________.

Questionário elaborado por Jonilson Barros Caldas
O gabarito do questionário pode ser solicitado pelo e-mail: jonilsonb.com.br@hotmail.com


Nenhum comentário:

Resposta de Deus