Amigos

A PAZ DO SENHOR...

Seguidores

Você Está Buscando...

Página Gospel10

Página Gospel+

RSS atualizado do Gospel +. Powered by Notícias Gospel

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Paulo, um Modelo de Líder-servidor

LIÇÃO 7 - PAULO, UM MODELO DE LÍDER SERVIDOR – 1º TRIMESTRE 2010

TEXTO ÁUREO
"E nós, cooperando também com ele, vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão" (2 Co 6.1).

VERDADE PRÁTICA
O líder-servidor não age egoisticamente, antes serve ao povo de Deus com espírito voluntário e solícito.

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

2 Coríntios 6.1-10
1 - E nós, cooperando também com ele, vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão
2 - (Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável e socorri-te no dia da salvação; eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação.);
3 - não dando nós escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado.
4 - Antes, como ministros de Deus, tornando-nos recomendáveis em tudo: na muita paciência, nas aflições, nas necessidades, nas angústias,
5 - nos açoites, nas prisões, nos tumultos, nos trabalhos, nas vigílias, nos jejuns,
6 - na pureza, na ciência, na longanimidade, na benignidade, no Espírito Santo, no amor não fingido,
7 - na palavra da verdade, no poder de Deus, pelas armas da justiça, à direita e à esquerda,
8 - por honra e por desonra, por infâmia e por boa fama, como enganadores e sendo verdadeiros;
9 - como desconhecidos, mas sendo bem conhecidos; como morrendo e eis que vivemos; como castigados e não mortos;
10 - como contristados, mas sempre alegres; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo e possuindo tudo.
 SUBSÍDIOS PARA PAULO, UM MODELO DE LÍDER SERVIDOR

Palavra-chave: Líder-servidor - Individuo que, na moderna administração, é visto como o modelo ideal de liderança, pois, em vez de chefiar friamente, serve aos liderados de modo que constrange-os a trabalhar em prol do bem coletivo.
 LÍDER
     O conceito de liderança e de direção permeia as Escrituras como um todo. Ele é encontrado não só nas inúmeras palavras que significam liderar e guiar, mas também em suas derivadas. Em passagens que ocorre mais de 150 vezes na versão KJV em inglês e, também , em passagens que falam sobre a vontade de Deus, a conduta de Deus, a sabedoria, a oração, a conduta do homem, seus caminhos e passos; além de versículos que usam verbos como produzir, apresentar, dirigir, governar,mostrar e ensinar.

Liderança Divina
     A Palavra de Deus insiste que o homem precisa Dele como seu líder. Jeremias declarou: “Eu sei, ó Senhor, que não é do homem o seu caminho, nem do homem que caminha, o dirigir os seus passos” (10.23). “Os passos do homem são dirigidos pelo Senhor; o homem, pois, como entenderá o seu caminho?” (Pv 20.24). Portanto, o homem precisa ser humilde para depender do Senhor para orientação e aprendizado (Sl 24.4,5,9).
     Conhecendo a fragilidade e a ignorância humana, Deus nos guia porque Ele é bom( Rm 2.4) e cheio de compaixão (Is 49.10). Seu propósito é nos conduzir ao Seu amor, à firmeza manifestada por Cristo (2 Ts 3.5), à justiça (Sl 5.8; 23.3; 25.8-10, caminho da paz (Lc 1.79; cf. Is 59.8), ao caminho da vida eterna (Sl 139.24; cf Sl 16.11; Jr 6.16) – tudo em Seu nome (Sl 31.3). Ele nos guia em resposta à oração (Gn 24.12-14,27,48; Jr 42.2-22; Lc 6.12,13)...
     Quando oramos e buscamos orientação divina, devemos estar dispostos a abandonar nossos próprios desejos e depender da forma , da direção e da ocasião dessa orientação. Devemos esperar até que três indicadores estejam perfeitamente alinhados: (a) a Palavra de Deus ( o padrão objetivo); (b) o Espírito Santo ( o testemunho interior e subjetivo); e (c) as circunstâncias (que se tornam adequadas pela providência divina)...
     Muitas vezes, Deus orienta indiretamente sob uma forma providencial, isto é, por meio de circunstâncias. No curso da necessidade e do dever, procurando alimento para Noemi e para si mesma, “aconteceu” que Rute chegou ao campo de Boaz (Rt 2.3), e isso a levou a um casamento divinamente abençoado. O meio de assegurarmos que essa orientação vem de Deus, e não de nossa própria imaginação ou de qualquer outra fonte, é quando é quando sentimos a paz de Cristo que age como árbitro secreto no coração (Cl 3.15).

Liderança Humana
     Existem inúmeros exemplos, nas Escrituras, de homens que Deus nomeou para liderar. Alguns deles foram Moisés (Ex 6.13,26,27; 32.34), Josué (Nm 27.18,23; Dt 34.9; Js 1.1-9), Davi (1 Cr 11.1-3; Sl 78.70-72), os valentes de Davi (1 Cr 11.12), os apóstolos de Cristo (Mc 3.13-19; 6.7-13,30,31), Paulo (At 26-16-18; 13.1-3; Ef 3.2,7-10; Cl 1.23-29), Timóteo (Fp 2.19-23; 1 Tm 4.12; 2 Tm 2.2), Epafrodito (Fp 2.25,26) e Epafras (Cl 1.7,8;4.12).
     Além desses indivíduos, o Senhor Jesus Cristo escolheu um incontável número de outras pessoas como “bênçãos” para a Igreja, consistindo de apóstolos, profetas, evangelistas e pastores e mestres (Ef 4.7-13). Ele chama e nomeia (2 Tm 1.9-11; Jo 15.16) e faz com que a pessoa se torne líder ( um pescador de homens, Mc 1.17). Os presbíteros e os diáconos também são líderes designados por Deus. Na verdade, cada cristão torna-se um líder no sentido que deve ser uma testemunha representante de Cristo perante os outros, e faz deles novos discípulos quando ensina as doutrinas de Cristo (At 1.8; Mt 29.19). O ideal é que cada crente, à medida que cresce em maturidade, torne-se um líder dos cristãos mais recentes.
     O líder cristão deve ser obedecido e respeitado por sua posição de responsabilidade (Hb 13.7,17,24; 1 Ts 5.12,13;1 Tm 5.17). Obviamente, não é errado, nem pecado, desejar ser um líder, pois Paulo escreveu a Timóteo: ”Se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja” (1 Tm 3.1). Aquele que preside deve desempenhar suas funções com diligência (Rm 12.8). O líder age como um pastor espiritual que orienta o rebanho pelo seu exemplo, e não pelo poder que exerce sobre ele (1 Pe 5.2,3). Paulo viveu uma vida tão exemplar que podia encorajar outros a imitá-lo e a seguir seu exemplo (1 Co 4.16;11.1; Fp 3.17;4.9; 1 Ts 1.6; 2 Ts 3.9). Portanto, a maioria das qualificações dos presbíteros e diáconos está relacionada à sua vida pessoal (1 Tm 3.1-13; Tt 1.5-9).
     O objetivo de toda liderança cristã é levar as pessoas a um contato vital com Deus. Portanto, o líder deve ser um homem de fé (At 6.5; 11.24). Ele deve ensinar outros a conhecer a Cristo experimentalmente e, também, a adorar a Deus e a ter comunhão com Ele. Outras responsabilidades são: orientar e tomar decisões (At 15.2,6-30), defender a fé (Tt 1.9; Jd 3; At 20.28-31), admoestar os desordeiros, consolar os de pouco ânimo, sustentar os fracos e ser paciente para com todos (1 Ts 5.14).
     Paradoxalmente, o líder deve ser um servo, mesmo quando é um governante ou mestre (Mt 20.26,27). As palavras que se referem às diferentes funções e posições de liderança implicam em servir, em uma abnegada dedicação, e nunca em poder ditatorial ou egoísta. Ele deve amar as pessoas e aprender a conhecer seus seguidores individualmente, além de estar pronto para lhes oferecer um adequado reconhecimento de seu desenvolvimento e realizações (por exemplo, a maneira como Paulo cumprimentou Timóteo, Fp 2.19-23). Acima de tudo, o líder deve ser um homem “cheio do Espírito Santo” (At 6.3). (Dicionário Bíblico Wycliffe. Rio de Janeiro, CPAD, 2006, pp.1160-61)



GRAÇA DOMINICAL
O Mundo Precisa de Servos
O Filho do Homem Também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos (Mc 10.45)



     O Mundo precisa de servos, de pessoas como Jesus que “não veio para ser servido, mas para servir”. Ele escolheu a remota Nazaré, em vez da importante Jerusalém, a carpintaria de seu pai em vez de um palácio com colunas de mármore, e três décadas de anonimato em vez da popularidade.
     Jesus veio para servir. Ele escolheu a oração em lugar do sono, o deserto em lugar do Jordão, apóstolos irascíveis em lugar de anjos obedientes. Eu teria ficado com os anjos. Se pudesse escolher, teria formado meu time de apóstolos com querubins e serafins, ou com Gabriel e Miguel, testemunhas oculares do salvamento do mar Vermelho e das fogueiras cadentes do monte Carmelo. Eu teria escolhido os anjos.
     Mas Jesus não. Ele escolheu pessoas: Pedro, André, João e Mateus. Quando tiveram medo da tempestade, Ele a acalmou. Quando não tinham moedas para pagar imposto, Ele as forneceu. E quando não tinham vinho para uma festa de casamento, e alimento para uma multidão, Ele os forneceu(LUCADO, Max. Graça para o Momento- Vol. II. 1ª Ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008, p 45).
________________________________________

QUESTIONÁRIO LIÇÃO 7 - PAULO, UM MODELO DE LÍDER SERVIDOR – 1º TRIMESTRE 2010 – Elaborado por Jonilson Barros Caldas



1) Paulo aprendeu com Jesus que o serviço é a postura ideal para quem deseja liderar, pois o Mestre mesmo disse que não tinha vindo ao mundo para ser servido, mas para servir (Mt 20.26-28). Sabendo-se que Paulo foi um modelo de líder-servidor, podemos, então, afirmar que a opção correta é:
A - O apóstolo dedicou, pois, sua vida e personificou sua liderança como um líder-servidor, procurando imitar o Mestre em tudo, servindo apenas aos interesses da Igreja de Cristo;
B - O apóstolo dedicou, pois, sua vida e personificou sua liderança como um líder-servidor, porém não procurou imitar o Mestre;
C - O apóstolo dedicou, pois, sua vida e personificou sua liderança, como um líder-servidor, mas não conseguiu servir aos interesses da Igreja de Cristo;
D - O apóstolo dedicou, pois, sua vida e personificou sua liderança como um líder-servidor, não procurou imitar o Mestre , mas conseguiu servir aos interesses da Igreja de Cristo;
E -O apóstolo não dedicou, pois, sua vida nem personificou sua liderança mesmo assim destacou-se como um líder-servidor;
F - O apóstolo não dedicou, pois, sua vida nem personificou sua liderança, mesmo assim conseguiu servir aos interesses da Igreja de Cristo.

2) Paulo descreve as séries de tribulações e aflições experimentadas por ele. Em seguida cita os seis elementos que lhe deram forças para superar as tribulações. Relacione esses elementos, usando as colunas abaixo:
A – Pureza                        (    ) Traduzida, às vezes, por bondade, possibilita o líder cristão a não agir com revanche ou desforra
B – Ciência                        (    ) Deve este ser a nossa maior motivação para o exercício ministerial
C – Longanimidade         (    ) Fazer algo Nele, significa reconhecer a Sua direção em todas as decisões da nossa vida
D – Benignidade               (    ) Paulo referia-se ao conhecimento da Palavra de Deus
E – Espírito Santo           (    ) Tem a ver com a atitude de um coração íntegro e mãos limpas para realizar a obra de Deus
F – Amor não fingido  (   ) Fala da capacidade de suportar injúrias e desprezos, sem nutrir ressentimentos

3) Leia as afirmações abaixo:
A - Deus não depende de ninguém para fazer o que precisa ser feito, mas Ele deseja uma relação de comunhão e serviços em conjunto com o homem, para que este tenha privilégio de participar do ministério;
B – O líder na Igreja de Cristo precisa estar pronto para enfrentar as dificuldades inerentes ao ministério;
C – Como embaixador de Cristo, Paulo sente-se também como “um soldado” preparado para a guerra. Suas armas são materiais e exteriores;
D – O líder na Igreja de Cristo nem sempre precisar estar pronto para enfrentar as dificuldades inerentes ao ministério;
E – O líder-servidor não age egoisticamente, antes serve ao povo de Deus com espírito voluntário e solícito;
F - Como embaixador de Cristo, Paulo sente-se também como “um soldado” preparado para a guerra. Suas armas não são materiais ou exteriores; são espirituais.
Agora marque a opção correta:
I- Todas as afirmações são verdadeiras;
II- Todas as afirmações são falsas;
III- somente as afirmações A, C, D, F são verdadeiras;
IV- Todas as afirmações são verdadeiras, exceto C;
V- Somente A, B, E, F são verdadeiras;
VII – As afirmações A, B, C, E são verdadeiras e as demais falsas.

4) Relacione de acordo com a leitura diária:
(a) 2 Co 3.1        (     ) Paulo, um líder que pregava somente a mensagem de Cristo
(b) 2 Co 4.2        (     ) Paulo, um líder paciente
(c) Mt 20.26      (     ) Paulo, um líder recomendável
(d) Rm 5.3         (     ) Paulo, um líder servo
(e) 2 Co 4.5       (     ) Paulo, um líder provado pelas adversidades
( f) At 14.22      (     ) Paulo, um líder exemplar

5) Complete de acordo com a revista:
Se ___________________ servir ao _____________ com inteireza de coração, precisamos seguir os passos de ________________ que foi, é e sempre será o modelo __________________de _______________________________________. Ele viveu para fazer a ___________________ do __________ e servir a ___________________.

Questionário elaborado por Jonilson Barros Caldas
O gabarito do questionário pode ser solicitado pelo e-mail: jonilsonb.com.br@hotmail.com
Acesse também o blog da Escola Bíblica Dominical do mesmo
autor:http://questionariosebdominical.2u.blog.br/




Nenhum comentário:

Resposta de Deus